Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008

 

Está confirmado, sou tudo menos normal.

Há bocado sentia-me um autêntico zero à esquerda, deprimida, triste, um vazio no peito,aquela sensação de incompleto,era óbvio... estava a faltar qualquer coisa porque não me sentia nada satisfeita...

Fui até à net, andei a ver alguns blogs até que vi um que tinha um link para o site da Durex. Cliquei e comecei a explorar o site.

Encontrei uma página com screensavers da Durex fiz download de um ou dois que me chamaram a atenção (principalmente o dos preservativos voadores) e quando os pré-visualizei desatei a rir.

 

Digo que não sou normal, porque acho estúpido que cenas tão simples e parvas me ponham bem disposta.

 

Quem diria que os preservativos eram tão divertidos?

 

Já agora para quem quiser ver os srceensavers deixo aqui abaixo o link: http://www.durex.com/P.S/screensavers.asp?intMenuOpen

 

Quem sabe talvez vos contagie esta boa disposição :P

 

P.S: Se acharem que sou maluca não vos censuro.  

 

 

 

 

 


tags:

publicado por uma rapariga... às 18:41 | link do post | comentar

Domingo, 21 de Setembro de 2008

 

Querido diário:

 

Hoje fui com a família toda visitar um amigo do meu avô que mora numa habitação mais isolada e calma.

Assim que chegámos, vimos uma velhota que descascava o feijão sentada à porta de um armazém. Saímos dos carros para ir cumprimentá-la e conversamos, enquanto esperávamos pelo marido dela.

 

A minha irmã fez logo amizade com um cãozinho que estava ali e à medida que ia explorando e observando encontrava: gatos, coelhos, porcos etc...

 

- Olha está ali um gato - Disse pela enésima vez e apontou para o local onde estava o animal.

- Hoje só descobres gatos em todo o lado. - Comentou a namorada do meu primo sorrindo.

 

Pouco depois chegaram vários cães a ladrar e atrás deles num pequeno tractor vinha o amigo do meu avô.

 

Um dos cães empinou-se na minha irmã e quase que a fez cair, o homezinho homenzinho pegou num balde que atirou ao cão, falhnado falhando alguns centimetros.

 

Depois fomos para o lado do armazém onde estava uma árvore que nos abrigava do sol e por um tanque com uma torneira de água potável. Lá avistei um belo milhal e mais abaixo uma horta. Mais tarde fomos todos à horta apanhar uma série de alimentos que o casal fez questão de oferecer.

 

Ao pé do milho estavam umas plantas que não reconheci e não sabia o que davam.

- O que é isto? Melões? - Tentei adivinhar.

Foi o meu tio quem me esclareceu. Não me lembro do que é que ele disse, mas não tinha nada a ver com o meu palpite.

Isto é incrível, moro no campo, já devia de reconhecer as coisas num piscar de olhos, mas sou uma igonrante ignorante no que toca a agricultura. Quando pergunto e me esclarecem esqueço-me outra vez. Com as sardinhas e os carapaus é a mesma história. Espanta-me que eu saiba distinguir uma couve duma alface.

 

 


tags:

publicado por uma rapariga... às 23:40 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Sexta-feira, 12 de Setembro de 2008

Querido diário:

 

Na semana passada fui até à escola para me matricular e poder fazer as melhorias. Apanhei um bocado seca na secretaria e quando fui atendida a mulherzinha disse-me que só para fazer melhorias não dava para me inscrever, porque eu já tinha feito as disciplinas todas, o 12º ano já estava concluído, tanto a escola e eu já tínhamos feito a nossa parte. Depois informou-me que a entrega dos diplomas e do certificado era dali a dois dias.

 

tabnto Tanto tempo e danta tanta decisão para nada.  Fiquei um bocado aborrecida porque já me tinha mentalizado que ia voltar à escola, voltar a estar com o pessoal e a ter os dias mais preenchidos a fazer alguma coisa.

 

Agora o mínimo que acho que posso fazer é falar com os meus stôres do ano passado e pedir-lhes para assistir às aulas.

 

Finalmente chegou o grande dia da entrega ods dos diplomas, vesti a blusa mais "pipi" que tinha, a minha mãe insistia para eu pintar as unhas, levar uma malinha e não sei quê. Disse (ela) que às tantas aquilo era uma cerimónia formal e nós íamos fazer figuras.

 

Quando estávamos quase a chegar ao local onde iria realizar-se a cerimónia de dentrega dos diplomas que era já ao virar da esquina, a minha mãe e a  minha irmã iam de mãos dadas, a minha mãe escorregou e caíram as duas. Fogo! Grande queda :s Ainda pensei que íamos era ao hospital... Levaram um bocado a levantarem-se, mas lá seguimos caminho a rir que nem umas parvas. Felizmente não tinha sido à frente daquela gente toda.

 

Chegámos ao anfiteatro, esperámos (que remédio) e começamos a entrar, a sala era grande, houve muita gente que faltou mesmo assim ocuparam os lugares todos e houve quem ficasse de pé ou sentado no chão e nos degraus.

 Afinal estavam todos com roupa informal.

À nossa frente estavam os membros do conselho executivo e o presidente da associação de pais, todos muito bem engravatados e sentados numa mesa com um microfone e um cesto com flores.

Cada um fez um discurso muito bonito e tal... no final acabaram todos da mesma maneira: a desejar boa sorte para o pessoal que ia para a faculdade, continuar a estudar  ou trabalhar. 

 

Perguntei-me em que opção é que eu me incluiria.

 

Passaram à entrega dos diplomas, feita por ordem alfabética. Tantas Anas e Andrés... Quando disseram o meu nome, levantei-me e dei uma volta enorme para evitar passar pelos lugares apinhados de gente.  Aproximei-me da mesa, quem me entregou o diploma acho que foi o pressidente da assoc. de pais, agradeci, acho que mal olhei para a cara do homem e passei perto de uns colegas meus que cumprimentei berrando uma "Olá!". Decidi que não queria dar mais voltas para regressar ao meu lugar e disse à minha mãe para irmos embora. Ainda faltavam alguns prémios tipo melhor aluno, serviços prestados à escola..., mas como duvidava que ganhasse algum e se ganhasse, mais cedo ou mais tarde, iria saber. 


tags:

publicado por uma rapariga... às 12:05 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

 

Mudanças.

Resta saber se serão para melhor. Sinto que estou a falhar a mim própria e a alguns amigos. "Esqueces-te de mim". Palavras estas que estão quase sempre presentes nas últimas e mais recentes mensagens que recebi da minha best friend. Respondo pela enésima vez que nunca me esqueço dela, estou numa fase em que só quero ficar por casa.

 

Estive numa fase que me apetecia ficar sozinha, afastada, sem aqueles programas que costumamos fazer juntas. Apesar de gostar muito dela, senti-me um pouco saturada das suas insistências em organizar programas a duas. O que foi um bocado estranho porque normalmente estamos sempre na mesma onda. Ela queria sair , eu nem por isso como tinha saido algumas vezes, já estava satisfeita, ela por outro lado ainda não tinha saído muito por causa do full time que arranjara nas férias.

 

Fiz um último esforço e passei um dia inteiro na praia com ela e outra amiga nossa. Detesto passar o tempo todo a torrar ao sol, mas fui só para a ver feliz e ver aquela tristeza ausente do seu rosto. Foi um dia divertido e ela ficou toda contente.

 

Depois desse dia, nem tão cedo me apetecia pôr os pés na praia. Sentia-me um pouco cansada, de fazer coisas só pelas outras pessoas e não por mim. Os pais dela são um bocado conservadores, trabalham um bom bocado e a maior parte das suas saídas são feitas comigo, pelos vistos sou um bom exemplo e uma rapariga atinada. As outras amigas delas têm os namorados e isso, talvez por isso não estejam tão a par da vida dela.

 

Mas isso já passou, sinto muitas saudades dela e vou já convidá-la para uma saída ou algo assim.

 

Isto foi só um pequeno desabafo, porque só tinha pensado escrever, apenas uma palavra neste espaço em branco.

 

Estou a pensar mudar o visual do blog e também a sua estrutura, dinamizar um pouco, fazer com que seja mais do que um diário.

E também mudar o meu estilo de vida: deitar-me às 2 ou 3 da madrugada por causa de uma série e levantar às 10, 11 horas não me parece grande vida. Deitar cedo, é erguer, dá saúde e faz crescer. Fazer exercício, uma alimentação mais saudável, não me costipar , tornar-me independente. Não há nada pior do que depender sempre das outras pessoas. 

 

Enfim, podia fazer uma lista ou um plano, mas não me dou bem com "planeações" não as consigo cumprir, prefiro tentar e ver no que dá...



publicado por uma rapariga... às 16:05 | link do post | comentar | ver comentários (9)

Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008


tags:

publicado por uma rapariga... às 21:05 | link do post | comentar | ver comentários (12)

mais sobre mim
Páginas recentes

Diário de uma rapariga un...

Trabalhos até ao pescoço....

Aulas na universidade: Ir...

2º aniversário do Diário ...

Sinto-me mais só numa cid...

Falida...

Respostas do Desafio "Ver...

Diário

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

diário

páginas soltas

desabafos

desafios

vídeos

ecologia

dicas

post-its

o início

também quero!

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds