Segunda-feira, 19 de Maio de 2008

Querido diário:

 

Antes de mais quero pedir desculpa pela minha ausência. Testes, trabalhos para entregar... Deixo tudo para a véspera e depois parece que não tenho tempo para mais nada. A semana passada começou mal, sentia-me como se tivesse acordado e o mundo estive diferente. Tudo me parecia diferente e desconhecido... O caminho para a escola, as pessoas com que me cruzava, mas continuava tudo igual, eu é que tinha mudado e agora via o mundo com outros olhos.

 

 O Atrevido continua a "assaltar-me" o pensamento e mais ainda qundo li esta frase:

Há 3 coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.

Pensei que fosse mais fácil do que a primeira vez que me apaixonei, esquecer alguém, porque não estou apaixonada pelo Atrevido. É apenas alguém que desejo, por quem me sinto atraída... e desta vez foi diferente: pela primeira vez um rapaz não me pareceu bom demais nem inalcansável. Tinha "o mundo" controlado, de certa maneira. Cometi um erro. Mas se eu quissese... Podia ter a proveitado a situação, não sei. Mesmo que fosse com um parvalhão e eu não pudesse "mudá-lo". As consequências é que são impossíveis de controlar.

 

Nos primeiros dias ignorei-o por completo, nem sei se fez alguma diferença, mas passado um tempo cada vez que o via o meu coração dava um salto e era inevitável vê-lo a passar, seguindo o com o olhar, perguntando-me se ele sabia quem eu era...

 

 Vale a pena evitar "sofrer" por causa de alguém e depois "sofrer" por não a ter e não ter vivido bons momentos com essa pessoa?

 

Fogo, não acredito que lhe dediquei mais um post! Isto já devia ter acabado, aposto que estão a pensar: " Ainda não esqueceste esse "puto"? Parte para outra, miúda!". E por falar nisso, por causa do Atrevido, tenho-me esquecido de quem realmente sente um carinho por mim e que fica triste por não falar tanto comigo.   

 

Beijos,

 

Uma Rapariga...parva é como me sinto :S

 


tags:

publicado por uma rapariga... às 23:19 | link do post | comentar

2 comentários:
De NEOABJECCIONISMO a 21 de Maio de 2008 às 09:14
Bom dia Rapariga.
Só no fim é que sabemos se as oportunidades são ou foram perdidas. Por vezes o que nos parece perdido volta de uma forma diferente e mais concistente.
Ás vezes o que nos parece uma perda, é na verdade um ganho. Aquela não teria sido a altura certa. Mas uma outra que irá vir, que não programaste e que quando surgir não terás forma de fugir.Acontece, simplesmente, como um acaso.
um beijinho amigo


De uma rapariga... a 21 de Maio de 2008 às 19:21
Talvez. O tempo o dirá.

bjinhs*


Comentar post

mais sobre mim
Já cuscaram o diário (desde 20 de Setembro de 2008)
msn spaces statistics
Single in Charlotte
Páginas recentes

Diário de uma rapariga un...

Trabalhos até ao pescoço....

Aulas na universidade: Ir...

2º aniversário do Diário ...

Sinto-me mais só numa cid...

Falida...

Respostas do Desafio "Ver...

Diário

Agosto 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

tags

diário

páginas soltas

desabafos

desafios

vídeos

ecologia

dicas

post-its

o início

também quero!

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds